Sintramfor envia ofício ao prefeito com reivindicações e resultado de Assembleia

editada 3Editada 2

Nesta sexta-feira, dia 9, o Sintramfor enviou ofício ao prefeito Eugênio Vilela comunicando sobre o resultado da Assembleia Geral ocorrida na terça-feira, dia 6.

Durante a Assembleia, o presidente do Sintramfor, Natanael Alves Gonzaga, expôs aos servidores que o prefeito havia mantido a proposta de aumento de R$10 no vale alimentação e deixado aberta a possibilidade de nova negociação do valor em meados deste ano, caso a situação financeira da Prefeitura melhore.

Mediante a possibilidade de nova negociação, os servidores que participaram da Assembleia aceitaram o aumento proposto pelo prefeito. Assim, o vale alimentação dos servidores da Prefeitura passa de R$320 para R$330, retroativo a janeiro deste ano.

Outras reivindicações

Durante a Assembleia, os servidores solicitaram que o Sintramfor volte a cobrar do prefeito o enxugamento da folha de pagamento e agilidade na realização do concurso público. Os pedidos foram incluídos no ofício encaminhado ao prefeito.

Insalubridade

Também foi discutida durante a Assembleia, a questão de cortes de insalubridade que a Prefeitura vem fazendo. Em ralação a este assunto, o Sindicato informa que já entrou com várias ações judiciais em defesa de servidores que tiveram o benefício cortado. O trabalho do Sintramfor é para que o benefício seja restabelecido.

Todos os servidores que tiveram o benefício cortado deve procurar o Sindicato para que as medidas cabíveis sejam tomadas.

Saae

Durante a Assembleia, Natanael explicou também sobre as reivindicações dos servidores do Saae, que querem equiparação salarial com os servidores da Prefeitura que possuem cargos iguais, por exemplo, os pedreiros, os bombeiros e outros.

Uma reunião entre o Sintramfor e representantes do Saae já havia ocorrida no último dia 2 (veja clicando aqui) e outra com o assessor jurídico da Prefeitura estava marcada para a quarta-feira, dia 7.

Nas duas ocasiões, os representantes do Saae e da Prefeitura se comprometeram com o Sintramfor a tomar as medidas necessárias para atender aos servidores do Saae. A última reunião ocorreu com a presença do diretor do Saae, Flávio Passos, da chefe de Recursos Humanos da Autarquia, Riziane Duarte, e com o assessor jurídico da Prefeitura, Dênis Dutra.

Para que os servidores sejam atendidos é preciso fazer uma mudança na tabela de progressão salarial que faz parte do Plano de Carreira dos servidores do Saae. O Sintramfor comunica que a reivindicação foi acatada e que o estudo para fazer a adequação no Plano de Carreira já foi iniciado.

Na última reunião, ficou definido que a chefe de Recursos Humanos do Saae deverá apresentar ao Sintramfor o projeto para a adequação do Plano de Carreira, posteriormente o Sindicato vai apresentar o mesmo aos servidores do Saae, em Assembleia Geral, para que possam deliberar sobre o projeto. Logo após a finalização do projeto, este será enviado para a Câmara Municipal, onde deverá ser aprovado para que a equiparação salarial seja possível.

A adequação deverá ser feita com urgência para que seja concluída antes da realização do concurso público que a Prefeitura está preparando. Apesar da equiparação ser uma reivindicação antiga do Sintramfor, os Governos anteriores não se sensibilizaram. No entanto, o Sindicato continuou insistindo até que o prefeito Eugênio Vilela reconheceu a injustiça com os trabalhadores do Saae e determinou que o pedido deles seja atendido.

Uma resposta
  1. Gilson Bernardes da Silva

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *