Médicos somam forças ao Sintramfor para que Prefeitura pague salários em dia

`A meu ver, o prefeito deveria tomar medidas sérias como as adotadas em cidades vizinhas como Iguatama, por exemplo, onde o prefeito decretou cortes de 40% dos gastos em todas as secretarias e cortou pela metade os salários dele, do vice e de todos os cargos políticos. Queremos transparência e não promessa`

`A meu ver, o prefeito deveria tomar medidas sérias como as adotadas em cidades vizinhas como Iguatama, por exemplo, onde o prefeito decretou cortes de 40% dos gastos em todas as secretarias e cortou pela metade os salários dele, do vice e de todos os cargos políticos. Queremos transparência e não promessa`

Ofício assinado pela categoria solicita suspensão de escalonamento e comunica decisão de operação tartaruga todas as vezes em que houver atraso de pagamento

Os médicos que atendem nos postos de saúde, em Formiga, decidiram somar forças ao Sintramfor para que a Prefeitura pague os salários de todos os servidores municipais até o quinto dia útil de cada mês. A maioria deles ainda não recebeu os vencimentos referentes a agosto.

Como forma de manifestarem indignação pelos constantes atrasos da Prefeitura para pagar os servidores, os médicos assinaram – junto com o presidente do Sintramfor, Natanael Alves Gonzaga – um ofício que será enviado ao prefeito Moacir Ribeiro. O documento comunica ao prefeito as decisões de uma Assembleia Geral Extraordinária (AGE), realizada no Sindicato, na terça-feira (15).

Durante a reunião, os médicos deliberaram e aprovaram que – caso o pagamento dos salários não for depositado para TODOS os servidores dentro do prazo legal, até o quinto dia útil de cada mês – os médicos passarão a fazer operação tartaruga, reduzindo os atendimentos. “Este ato ocorrerá em todos os meses que o prazo legal para pagamento de salários não for respeitado”, destaca o documento.

Ainda no ofício, o Sintramfor requer a Moacir que pare de escalonar o pagamento do funcionalismo. “Os servidores, de forma geral, questionam a falta de critério para efetuar o pagamento escalonado”, destaca.

O Sindicato acredita que ao escalonar o pagamento dos servidores, a Prefeitura tem a intenção de enfraquecer qualquer tipo de movimento grevista.

Servidores sem receber

Na tarde desta quarta-feira (16), Natanael voltou a cobrar da Administração Municipal o pagamento dos servidores que ainda não receberam os salários de agosto. Na ocasião, a secretária municipal de Fazenda, Maria Cristina de Oliveira, informou ao presidente do Sintramfor que o pagamento de alguns sairá nesta quinta-feira (17), mas que o município não tem dinheiro suficiente para quitar todos os vencimentos pendentes.

Mediante a situação, Natanael informa que tem tomado todas as medidas possíveis para que os salários sejam quitados, inclusive já entrou na Justiça visando acabar com os atrasos, que vêm ocorrendo desde novembro de 2014, e também com o escalonamento de pagamento que impossibilita uma greve geral. “O escalonamento, sem critério, junto com os constantes atrasos é uma falta de respeito com os servidores, não vi na Administração, até o momento, uma atitude concreta para acabar, de vez, com essa situação. Estamos cansados de promessas, queremos apenas o que é nosso por direito. A meu ver, o prefeito deveria tomar medidas sérias como as adotadas em cidades vizinhas como Iguatama, por exemplo, onde o prefeito decretou cortes de 40% dos gastos em todas as secretarias e cortou pela metade os salários dele, do vice e de todos os cargos políticos. Queremos transparência e não promessa”, destacou o presidente.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *